Desnutrição durante o tratamento oncológico

>>Desnutrição durante o tratamento oncológico

Desnutrição durante o tratamento oncológico

De acordo com nutricionista do Centro Oncológico Mogi das Cruzes (COMC), Diego Lima, a desnutrição é um fator negativo, que influencia no tratamento do paciente com câncer.

O nutricionista explica que para os pacientes oncológicos é fundamental priorizar a alimentação, a fim de recuperar ou manter o estado nutricional.

“Alimentos ricos em proteínas (carnes, peixes, ovos, leites e derivados) devem estar presentes em todas as refeições, acompanhados de carboidratos de boa qualidade (pães e cereais integrais) e alimentos fontes de fibras (como furtas e verduras)”, ressalta.

Dentre as influências responsáveis por desencadear a perda de peso e a desnutrição em pacientes oncológicos estão a localização do tumor, o estado psicológico da pessoa e a diminuição do apetite devido aos efeitos colaterais do tratamento – boca seca, diarreia, vômitos e náuseas.

Lima destaca que “devido à falta de apetite e aos efeitos colaterais do tratamento, é necessário adotar estratégias para aumentar o valor energético das refeições, além de mudanças nas consistências e temperaturas dos alimentos, facilitando assim o estímulo a alimentação adequada nos pacientes”.

Outras alternativas durante o tratamento para evitar a desnutrição é o fracionamento das refeições, a utilização de novos sabores e combinações de texturas, além de receitas de vitaminas hipercalóricas e hiperproteicas.

Também é essencial contar com avalição e acompanhamento de um nutricionista para intervenções e suplementações individualizadas.

A agenda repleta de idas e vindas ao consultório médico faz com que os pacientes oncológicos fiquem por longos períodos sem se alimentar. Lima orienta que, para essas situações, opções de sucos de caixinha, frutas, iogurtes podem ser bem-vindas.

“Hoje o mercado disponibiliza iogurte zero lactose e enriquecidos de proteínas que caem muito bem nessas situações. Também podemos contar com apoio de suplementos de baixo volume e grande concentração de nutrientes, desenvolvidos justamente para pacientes oncológicos e comercializado em farmácias. Porém ter uma lancheira térmica é importante para acondicionar esses alimentos sem risco de contaminação”, completa.

Curta a nossa página no Facebook e tenha acesso a nossa série de vídeos sobre nutrição.

2018-09-26T20:50:00+00:00