É comum os pacientes que estão em processo de quimio ou radioterapia sentirem enjoos e alguns hábitos do dia a dia, como comer, se tornam menos prazerosos. Porém, há algumas dicas para evitar o enjoo após quimioterapia que podem facilitar essa fase.

Confira 6 dicas de como evitar o enjoo após quimioterapia:

  • Prefira alimentos mais secos!

A consistência de alimentos como torradas, pães, bolachas e biscoitos (sem recheios), além de serem de fácil mastigação, apresentam sabor neutro, diminuindo o estímulo sensorial do reflexo do vômito e auxiliam no controle da produção de saliva.

  • Banana nanica é uma ótima aliada!

A consistência da banana nanica é excelente. Ela facilita a digestão e reduz a possibilidade de contração do estômago, que pode causar o vômito. A fruta também é rica em potássio, que controla o vômito, e vitamina B, que ajuda a evitar a náusea.

  • Consuma alimentos frios!

Uma ótima dica para evitar os enjoos da quimio é consumir raspadinha de gelo ou mesmo um cubo de gelo 40 minutos antes das refeições. Por quê? A baixa temperatura amortece os receptores de paladar, o que pode ajudar na deglutição do alimento.

  • Que tal um sorvete de limão?

Alguns pacientes reduzem muito a sensação de enjoo após quimioterapia ao chupar sorvete de limão ou mesmo a fruta in natura. Frutas cítricas são ricas em ácido fólico – uma vitamina do complexo B que estimula a formação dos ácidos digestivos, favorecendo o esvaziamento gástrico e diminuindo o surgimento de enjoos.

  • Evite perfumes fortes!

Alguns cheiros podem provocar mais enjoos, por isso, evite essências fortes. E, se necessário, converse com os familiares para que usem perfumes mais neutros (tanto no corpo, como em produtos de limpeza, como detergentes e amaciantes).

  • Faça pequenas refeições ao longo do dia.

A última, mas talvez mais importante dica é: não deixe de se alimentar. É essencial que o corpo continue recebendo os nutrientes necessários. Por isso, fazer 5 ou 6 pequenas refeições é melhor do que fazer 3 grandes. Assim, você não deixa de se alimentar e diminui as chances de ter náuseas após as refeições.

 

Essas são algumas dicas, mas é importante estar atento à reação do seu próprio corpo e tirar dúvidas com o seu médico do que é melhor para você. Achou essas dicas interessantes? Compartilhe na sua rede!