Perguntas frequentes

>Perguntas frequentes

O Centro Oncológico Mogi das Cruzes lista abaixo as perguntas mais frequentes que os nossos pacientes têm antes, durante e após o tratamento.

Esperamos poder ajudá-lo com as informações a seguir.

Principais dúvidas sobre QUIMIOTERAPIA

Sim. Você poderá trazer um acompanhante, porém, não é permitida a presença de crianças, gestantes ou lactantes na sala de Quimioterapia devido ao risco de exposição aos agentes quimioterápicos.

Não. Você pode alimentar-se normalmente antes de vir para sessão de Quimioterapia, mas, sugerimos a ingestão de alimentos leves e de rápida digestão.

A alopecia (queda de cabelos e pelos) dependerá do protocolo de tratamento indicado pelo seu médico, pois, não são todos os medicamentos quimioterápicos que possuem este efeito colateral. A alopecia induzida pela Quimioterapia poderá ser parcial ou total e seu início ocorre entre duas a três semanas após a infusão do medicamento, de acordo com a sensibilidade de cada paciente. 

A duração é de acordo com cada protocolo de tratamento que pode variar de acordo com a localidade e agressividade do tumor.

O Port o Cath é um cateter central totalmente implantado de longa duração. É indicado por médicos e/ou enfermeiros para administração dos quimioterápicos e outros medicamentos de acordo com as condições de acesso venoso do paciente e do protocolo de tratamento a ser realizado. O cateter é implantado cirurgicamente por um cirurgião oncológico ou cirurgião vascular, podendo ser utilizado logo após sua implantação.

A Quimioterapia é o método que utiliza compostos químicos, chamados quimioterápicos, no tratamento de doenças causadas por agentes biológicos. Quando aplicada ao câncer, a Quimioterapia é chamada de Quimioterapia Antineoplásica ou Quimioterapia Antiblástica. A Quimioterapia pode ser administrada por vias intravenosa, oral, por injeção intramuscular (IM), injeção subcutânea (SC) e intravesical (pela uretra). O tratamento pode ser composto por um único quimioterápico ou associação de dois ou mais medicamentos, que podem ser administrados diariamente, semanalmente ou mensalmente, seguidos de um intervalo de descanso de acordo com cada protocolo de tratamento. 

De acordo com o Rol de Procedimentos da Agência Nacional de Saúde (ANS), os pedidos de Terapia Oncológica são Procedimentos de Alta Complexidade (PAC) e, segundo a legislação vigente (RN 259), o prazo da operadora para liberação do procedimento é de até 21 dias úteis. Assim que recepcionarmos a autorização do convênio faremos contato telefônico. Mantenha seu cadastro atualizado! 

 

Principais dúvidas sobre a RADIOTERAPIA

Em geral, a Radioterapia não causa alterações na coordenação motora impedindo a condução de veículos, porém, se a área tratada for o cérebro pode ocorrer algumas alterações físicas devido aos efeitos colaterais do tratamento. Consulte seu médico!

Não. A radiação emitida pela Radioterapia externa atravessa o corpo do paciente, não ficando armazenada no seu interior. Portanto, o paciente não fica radioativo e não há problemas de contato com outras pessoas. 

Os possíveis efeitos colaterais relacionados ao tratamento radioterápico estão diretamente ligados à área tratada. Por isso, para cada caso, tanto o médico quanto a equipe de Enfermagem, explicarão detalhadamente o que esperar no decorrer do tratamento e farão avalições semanais para acompanhamento e orientação referente às necessidades de cada paciente. Um efeito frequente, independente da área a ser tratada, é a fadiga (cansaço). Geralmente, este cansaço é combatido com atividade física regular.

A Radioterapia Conformacional 3D é uma modalidade de Radioterapia que utiliza imagens adquiridas por tomografia computadorizada ou ressonância magnética para planejamento do tratamento, onde  as imagens serão inseridas em um sistema de planejamento obtendo imagens tridimensionais do tumor, possibilitando ao médico radioterapeuta delinear as estruturas a serem tratadas e aquelas a serem protegidas. Essa técnica permite tratar diferentes tipos de cânceres. 

A Radioterapia por Intensidade Modulada (IMRT) é uma modalidade da Radioterapia que utiliza feixe modulado de radiação permitindo o aumento de dose no volume tumoral, preservando ainda mais os tecidos sadios adjacentes à lesão, quando comparado aos tratamentos convencionais. Por meio deste tipo de Radioterapia é possível proteger melhor os tecidos saudáveis e combater com mais eficácia as estruturas cancerígenas. Para alguns tumores a cobertura já é obrigatória pelo Rol da ANS. Consulte-nos!

 

Se tiver alguma dúvida que não consta acima, ou quer informações sobre tratamento do câncer no Centro Oncológico Mogi das Cruzes, entre em contato conosco, clicando aqui.