Laserterapia é indicada para prevenção e diminuição da mucosite oral nos pacientes

Cerca de 40% dos pacientes que estão em tratamento contra o câncer sofrem de mucosite oral. A doença é caracterizada pela inflamação na parte interna da boca e da garganta, provocando feridas nessa região. Nem sempre é acompanhada de dor, mas sempre gera um grande desconforto para o paciente.

Para melhorar o bem-estar e qualidade de vida dos pacientes em tratamento, a unidade de terapias complementares do Centro Oncológico Mogi das Cruzes oferece a Laserterapia às pessoas que estão sendo submetidas às sessões de quimioterapia e radioterapia, principalmente, nas regiões de cabeça e pescoço.

O laser ajuda na profilaxia, que é a prevenção para diminuir o aparecimento das lesões, mas não impede que o paciente venha a desenvolver a mucosite. O indicado é sempre fazer um tratamento preventivo ou tratá-la precocemente, mas caso o paciente já tenha a mucosite o tratamento passa a ser realizado sobre a lesão.

O serviço tem a cobertura de alguns planos de saúde (é necessário fazer a consulta prévia), mas também pode ser feito particular, com condições facilitadas.

Como funciona

A Laserterapia deve ser realizada junto com a radioterapia, de preferência antes da sessão de radioterapia. No Centro Oncológico Mogi das Cruzes é feita no mesmo dia para dar mais comodidade ao paciente. O tratamento dura de 10 a 15 minutos.

Para realizar esse tipo de terapia é preciso de indicação do médico responsável pelo tratamento oncológico, que avaliará se é possível diante das condições clínicas do paciente.

A Laserterapia no Centro Oncológico Mogi das Cruzes também pode ser realizada por pessoas que estejam se tratando em outras clínicas.